Garcinia Cambogia, Chá Verde e Ispagula: Ajudam a baixar de peso?

O uso de suplementos de chá verde, ispagula e Garcinia Cambogia se englobam dentro da fitoterapia, como disciplina que utiliza as plantas medicinais para melhorar a saúde, prevenir doenças ou aliviá-las. Muitos médicos e nutricionistas os recomendam como um complemento no tratamento para diminuir de peso. Vejamos as características de cada um deles.

Garcinia Cambogia

garcinia cambogia

A Garcinia Cambogia é um fruto originário da Índia cujo componente ativo para o emagrecimento é o ácido hidroxicítrico. Segundo alguns estudos, este composto bloquearia a conversão dos hidratos de carbono em gorduras de reserva, o qual levaria a uma redução da gordura e do peso corporal. Além disso, a Garcinia Cambogia também se atribui propriedades inibidoras do apetite e aceleradoras do metabolismo.

Entretanto não existem estudos conclusivos sobre seu efeito e segurança para o consumo, porém o certo é que a Garcinia Cambogia é comercializada na forma de cápsulas ou de extrato seco. Existem alguns relatos de danos ao fígado após sua utilização, pelo que o consumo deste suplemento deve ser cuidadosamente supervisado por um médico para que as doses não resultem perigosas.

Chá Verde

cha verde

O chá verde é um produto nutracéutico muito utilizado graças a seu efeito termogênico, que aumenta o gasto calórico e ajuda a baixar de peso. O chá verde provém da Camellia sinensis, mesma planta do chá preto, só que o primeiro não foi submetido a um processo de fermentação.

Os princípios benéficos do chá verde se devem a suas xantinas e polifenóis, os quais não contribuem somente com a diminuição de peso, mas que exercem um efeito estimulante, favorecem a diurese, reduzem os níveis do colesterol no sangue, combatem a inflamação e previnem a formação da trombose. O chá verde também atua como um poderoso antioxidante que diminui o risco de sofrer doenças cardiovasculares e câncer e retarda o envelhecimento.

Suas propriedades emagrecedoras se baseiam por um lado, em estimular a produção de calor e aumentar o consumo de calorias e por outro, em diminuir a absorção intestinal das gorduras.

O chá verde pode ser consumido como infusão (elaborada com saquinhos, erva ou em pó), ou na forma de cápsulas. São necessárias de 3 a 4 xícaras de infusão para conseguir um efeito de emagrecimento similar ao das cápsulas.

O chá verde não é indicado como suplemento no caso de grávidas, já que pode interferir com o fechamento do tubo neural do embrião. Tampouco é indicado para as crianças, e também para pessoas com epilepsia ou com insônia porque contém cafeína. Por último, se deve evitar em pessoas com insuficiência cardíaca grave porque aumenta a frequência cardíaca e a força da contração.

Ispagula

ispagula

A ispagula é uma planta que exerce um efeito saciante, pela riqueza em mucílagos que apresentam em suas sementes. Os mucílagos são compostos que pertencem ao grupo de fibras solúveis, porque fixam água, formam géis e adquirem uma consistência viscosa. Este fenômeno pode ser observado quando as sementes de chia ou linho são mergulhadas na água durante algumas horas e se transformam numa espécie de gel.

Os suplementos desta planta contribuem para baixar de peso por dois mecanismos. Primeiramente, porque se gelifica no estômago e permanece durante um longo tempo, provocando uma sensação duradoura de saciedade e retardando a aparição da fome. Em segundo lugar, porque atua a nível intestinal reduzindo parcialmente a absorção das gorduras.
A ispagula também é utilizada para o tratamento da constipação, por suas propriedades laxantes, e para baixar os níveis de colesterol e de glicose no sangue.

Nos casos da obesidade, é indicado tomar ispagula de 20 a 30 minutos antes das refeições para aproveitar sua ação saciante. É comercializada na forma de sementes (devem ser trituradas), em pó ou em cápsulas.

O consumo de ispagula é seguro se ingerido com abundante líquido, porque do contrario pode ocasionar uma obstrução intestinal. Sempre se deve consultar ao médico e ainda mais se a pessoa sofre de alguma doença gastrointestinal, para não sofrer complicações ou mal estar.

Deixar um comentário